Categoria: Saude

7 dicas para um estilo de vida saudável

7 dicas para um estilo de vida saudável

Viver um estilo de vida saudável não significa horas de treinamento na academia e comer apenas folhas de salada. É sobre como fazer escolhas saudáveis ​​e fáceis de gerenciar no seu dia-a-dia.

Diz o Dr. Craig Nossel, chefe da Wellness at Discovery Vitality: ‘O truque para tornar seu estilo de vida mais saudável é fazer pequenas mudanças saudáveis ​​todos os dias, como subir as escadas em vez dos elevadores, aumentar sua fruta em um, beber um copo extra de água ou parar de fumar. ‘

Então, vamos começar com os fundamentos básicos da vida saudável: exercícios regulares, alimentação saudável e escolhas saudáveis ​​no estilo de vida:

Eu gosto de movê-la, movê-lo!

Faça como o rei Julian faz e mova seu corpo. Não apenas uma vez de vez em quando – mas todos os dias sempre que você puder. Embora uma sessão de exercícios seja ótima para trabalhar em sua rotina diária, você pode queimar quilojoules de outras maneiras, como:

Andando até a mesa de outra pessoa em vez de enviar um e-mail,
Estacionar mais longe do prédio e caminhar, ou
Tomando as escadas com mais freqüência.
Fazendo a limpeza da casa ou jardinagem
Levar o cão para passear ou andar de bicicleta com as crianças em vez de ver televisão
Nós todos estamos juntos

Passamos nossas vidas sentadas – em nossas mesas, em frente à TV, em uma reunião ou ao telefone. Novas pesquisas estão surgindo, destacando o risco potencial à saúde de todo o nosso comportamento sentado. Portanto, divida seu tempo de espera em pé por cinco minutos e aproveite os benefícios para a saúde.

Cada bit conta e tudo contribui para queimar mais calorias.

Se você está com excesso de peso, fazer pequenas alterações em sua rotina de exercícios diários pode beneficiar sua saúde. Na verdade, um estudo descobriu que apenas uma queda de 10% no peso ajudava as pessoas com excesso de peso a reduzir sua pressão arterial, colesterol e melhorar seu bem-estar.

Comendo saudavelmente

Quando se trata de uma alimentação saudável, há uma gama esmagadora de teorias, livros de dieta e informações on-line sobre o que comer – o que muitas vezes é conflitante. Embora a pesquisa ainda esteja em andamento e em desenvolvimento, o que todos os especialistas concordam é que nossas dietas são muito ricas em açúcar, nossas porções são muito grandes e devemos comer uma variedade de alimentos naturais integrais.

Doce o suficiente

De bebidas açucaradas a cereais matinais, é difícil ficar longe de comidas açucaradas. Muitas vezes o açúcar está escondido em produtos enlatados ou pré-embalados, ou mesmo em alimentos que consideramos saudáveis ​​para nós, como suco de frutas. A pessoa média toma em cerca de 22 colheres de chá de açúcar adicionado a cada dia. De acordo com a American Heart Association, o alvo diário não deve ser mais do que seis colheres de chá para as mulheres, e nove para os homens – isto é, para alimentos e bebidas juntos.

A maneira mais fácil de limitar sua ingestão de açúcar com uma pequena alteração é cortar as bebidas com gás. Isso sozinho pode ajudá-lo a perder ou manter um peso saudável, o que, por sua vez, reduzirá o risco de doenças cardíacas, obesidade e diabetes.

Distorção da parcela

Nossas porções de alimentos e bebidas aumentaram drasticamente nos últimos 30 anos. Na década de 1950, um pacote de fichas era 28g de um restaurante take-away – hoje são 154g – e isso não é nem mesmo o supersize, que é uma gritante 196g!

Os aumentos de tamanho de porções não incluem apenas as porções de take-away, mas o acondicionamento de mercadorias no supermercado, pratos e copos em restaurantes e até tamanhos de geladeira! Maneiras simples de cortar suas porções incluem:

Coma suas refeições principais em um prato menor – visualmente a placa parece cheia para que você fique satisfeito, mas tecnicamente você comerá menos.
Prepare-se na cozinha, em vez de ter os pratos na mesa de jantar – é muito mais fácil ter segundos quando está bem na sua frente.
Faça pequenas refeições regulares (pelo menos a cada quatro horas) para que você nunca tenha fome – se você chegar a esse ponto de fome, é muito difícil parar antes de comer demais.
Colora-me linda

Escolher alimentos integrais e cozinhar a partir do zero é uma maneira muito mais saudável de comer do que comprar refeições pré-embaladas ou prontas, com alto teor de gordura e sal, mas com muito baixo teor de nutrientes. Para certificar-se de que você está recebendo uma variedade de nutrientes, vitaminas e minerais em seu corpo todos os dias – uma regra rápida é escolher uma variedade de cores para suas refeições. Seja o artista de suas refeições e pinte uma imagem colorida com uma variedade de frutas e legumes amarelos, vermelhos e verdes ao longo do dia.

Leia também: White Max funciona

Seu corpo vai ficar com a testa franzida se sua refeição estiver toda marrom.

Escolha vida

Não há nada mais prejudicial para uma vida longa e saudável do que o tabagismo, que é estimado como o motivo da morte ou incapacidade em metade das pessoas que fumam. Os perigos do tabaco são tão significativos que é o problema de saúde pública mais importante do mundo, o que, ironicamente, é amplamente evitável.

Fumar não apenas corta sua vida afetando seus órgãos internos, mas

Fonte: https://www.valpopular.com/white-max-funciona/

Pomada assadura bebês boa e barata.

Pomada assadura bebês boa e barata

 

Simm andei sumida. Mas nunca esqueci minha paixão que é escrever, e falar das coisas que uso e acontece comigo que foi sempre a intenção desde que criei esse blog desde de 2008. Mais como a vida é cheia de imprevisto (e o meu foi só coisas boas,graças a Deus) Faculdade e filho.
Engravidei e agora meu novo amor lindo e gostoso tem seis e por causa dele mesmo resolvi voltar, agora dessa vez sobre minha experiência de ser mamãe.
E como é dificil essa experiência por mais prazerosa que seja ,mãe de primeira viagem então.Tudo muito novo pra saber e aprender em tão pouco tempo.

Então vamos la…. de volta a prancheta kkkkkk

Hoje vou escrever sobre um item essencial do bebê desde de recem nascido que é a pomada pra assaduras, quero compartilhar a experiência de três que achei ótima e preço melhor ainda

Leia também: Hipoglós reclamações

são elas:

Pomada Turma da Xuxinha: cheiro bom, espalha bem e não fica acumulado no bebê, muito fácil de tirar, Compro aqui em Fortaleza 3 por 16 reais em lojas do centro.

Pomada Hipomed: fácil de espalhar, fácil de remover, não tem muito cheiro e consistência não é tão boa quanto a turma da xuxinha, Foi o que achei. Compro ela por 4 reais,cada.

Pomada Babymed: irmã gêmea da hipomed so que um pouco mais cara , Compro aqui em Fortaleza 6 reais ,cada.

E claro, durante esses meses de uso meu bebê nunca teve problemas de assaduras.

Sim, ja usei hebanpatol que por sinal não gostei, gruda muita e dificil espalhar e retirar depois e a hipoglós que pra mim é a the best de todas.

Espero que tenham gostado da dica, se alguem experimentou alguma outra que não citei, gostaria de dicas.

Mesmo usando filtro, exposição ao Sol pode ser perigosa

Mesmo usando filtro, exposição ao Sol pode ser perigosa

Aumento de casos de câncer de pele pode estar ligado à ação da luz visível associada à exposição aos raios UVA

Por Redação – Editorias: Ciências da Saúde – URL Curta: jornal.usp.br/?p=116372

Filtros solares ajudam na proteção, mas mesmo assim a incidência de câncer de pele na população continua elevada – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Embora nos últimos anos as pessoas tenham passado a usar filtros solares que protegem contra a radiação UVB e UVA, a incidência de câncer de pele na população continua elevada. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer de pele responde por 33% de todos os diagnósticos desta doença no Brasil, sendo que o Instituto Nacional do Câncer (Inca) registra a cada ano cerca de 180 mil novos casos. Na Austrália, apesar da campanha massiva para promover o uso de protetores solares, a incidência de melanoma invasivo aumentou 13% na população suscetível com idade inferior a 30 anos, segundo dados de um artigo publicado em 2016 no Journal of Investigative Dermatology. Por trás destes números pode estar a ação da luz visível, que também causa danos à pele, principalmente quando associada à exposição aos raios UVA.

O alerta foi feito professor Maurício S. Baptista, do Instituto de Química (IQ) da USP e membro do Centro de Pesquisa em Processos Redox em Biomedicina (Cepid Redoxoma), que, em julho, publicou resultados de mais um estudo de seu grupo sobre fotodano, desta vez mostrando como os efeitos combinados da radiação UVA e da luz visível causam lesões pré-mutagênicas no DNA nuclear de queratinócitos, que são células do tecido epitelial.

Para o professor Baptista, “sociedade erra ao considerar a luz visível segura” – Foto: National Archieef/Wikimedia Commons
“A sociedade erra ao considerar a luz visível segura. As políticas de proteção solar são centradas na prevenção de danos causados pela exposição à radiação ultravioleta (UV), quando já se sabe que a luz visível também causa danos à pele”, afirma Baptista.

Segundo o pesquisador, as pessoas são induzidas a erro ao acreditar que passando protetor solar a cada duas horas podem ficar o dia inteiro expostas ao sol. “Elas acham que estão protegidas, mas não estão. Essa proteção não é suficiente e, infelizmente, produtos que possam oferecer proteção contra os efeitos da luz visível ainda não estão disponíveis no mercado. As empresas que produzem os filtros solares conhecem os dados sobre os efeitos nocivos da luz visível, mas, como ainda não desenvolveram produtos adequados, não falam sobre esse assunto, colocando a saúde da população em risco.”

Baptista lembra, no entanto, que as pessoas não devem evitar totalmente o sol. Os raios UVB são necessários para a síntese de vitamina D, que, além do papel contra a osteoporose, está envolvida no desempenho de músculos, nervos, coagulação do sangue, crescimento celular e utilização de energia. A dose ideal seria expor o corpo inteiro por 30 minutos ao sol, três vezes por semana, sem o uso de filtros solares.

Luz visível penetra na pele mais profundamente do que os raios UVA e só pode ser bloqueada por filtros físicos – Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Danos causados pela luz visível
A luz visível, à qual nossos olhos são sensíveis, é uma forma de radiação eletromagnética, assim como os raios ultravioleta. Ela penetra na pele mais profundamente do que os raios UVA e só pode ser bloqueada por filtros físicos.

Os efeitos nocivos causados pelos raios UVA em células eucarióticas já foram amplamente estudados e são bem conhecidos. Nos últimos anos, no entanto, cientistas como Baptista vêm alertando para danos causados pela luz visível. O pesquisador e seu grupo têm se dedicado a desvendar os mecanismos pelos quais se dão esses efeitos deletérios.

Em artigo publicado em 2014, eles já haviam mostrado que reações de fotossensibilização da melanina induzidas por luz visível causam danos ao DNA nuclear dos melanócitos. A melanina é o pigmento responsável pela coloração da pele e pela proteção contra os raios UVB, produzida pelos melanócitos, que são células localizadas na barreira entre a epiderme e a derme.

Agora, em artigo publicado no Journal of Investigative Dermatology, os pesquisadores relataram os efeitos prejudiciais da radiação UVA combinada com a luz visível em queratinócitos epidérmicos humanos imortalizados (HaCat) e queratinócitos humanos primários normais (NHK). Queratinócitos são células do tecido epitelial, representando 80% das células epidérmicas.

Pesquisadores relataram em artigo os efeitos prejudiciais da radiação UVA combinada com a luz visível – Foto: Fortepan/Urbán Tamás via Wikimedia Commons
Baptista conta que o primeiro passo da pesquisa foi constatar a formação de grânulos citoplasmáticos em células HaCat e NHK tratadas com radiação UVA. Estes grânulos foram identificados como sendo a lipofuscina, conhecida como o pigmento do envelhecimento.

Leia também: Terçol prevenção

A lipofuscina é um agregado heterogêneo, feito de biomoléculas oxidadas e traços de metais, que resulta da digestão incompleta de restos celulares. A radiação UVA causa danos aos lisossomos das células e inibe o fluxo autofágico. A autofagia é um mecanismo de autolimpeza das células e a inibição desse processo leva ao acúmulo de lipofuscina.

O que os pesquisadores provaram nesse trabalho é que a lipofuscina, por sua vez, é um fotossensibilizador de luz visível, ou seja, ela absorve a luz e gera quantidades consideráveis de espécies tripletes e de oxigênio singlete. O oxigênio singlete é uma espécie eletronicamente excitada da molécula de oxigênio molecular e um poderoso oxidante de biomoléculas.

Eles então investigaram a oxidação direta do DNA nuclear e viram que a ação sinérgica de radiação UVA e luz visível causa lesões pré-mutagênicas no DNA dos queratinócitos. Segundo Baptista, os resultados obtidos pelo grupo indicam que o DNA dessas células sofre dano oxidativo causado pelo oxigênio singlete e por reações radicalares. O acúmulo de danos no DNA dos queratinócitos pode levar ao desenvolvimento do câncer de pele.

A lipofuscina já havia sido correlacionada com efeitos deletérios da exposição solar nos olhos e é considerada a principal causa de cegueira ligada à idade, mas sua fototoxicidade na pele ainda não havia sido descrita.

Estes resultados foram apresentados no congresso da European Society for Photobiology 2017 pelo doutorando Paulo Newton Tonolli, primeiro autor do artigo, que ganhou o prêmio de melhor pôster conferido pela Royal Society of Chemistry.

.

Ilustração e infografia: Caio Vinícius Bonifácio

.

Proteção contra luz visível
Uma das dificuldades para o desenvolvimento de filtros solares que protejam também contra a luz visível é que eles teriam de ser coloridos.

Paralelamente ao estudo dos mecanismos do fotodano, Baptista e seu grupo vêm desenvolvendo um novo conceito em termos de proteção solar, baseado no uso de pigmentos naturais em protetores, que, assim, são capazes de diminuir a penetração da luz na pele sem causar mudança perceptível da cor da pele.

Em 2016, ele depositou um pedido de patente junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) de um processo de obtenção de nanopartículas de sílica revestidas com melanina. A ideia é, a partir daí, gerar um filtro solar que proteja contra a luz visível.

Segundo o pesquisador, algumas empresas, como a brasileira FarmaService Bioextract e a indiana Interface Solutions, já mostraram interesse em desenvolver produtos para a proteção contra os efeitos da luz visível em parceria com o laboratório de pesquisa de Baptista no Instituto de Química da USP.

Mas o processo é lento e, por ora, enquanto não for desenvolvido um filtro solar que proteja contra um espectro mais amplo de luz solar, a recomendação é que se tome sol com moderação.